Jetstortopia

Leituras de janeiro (3)

Posted on: 10/01/2013


Estante

Choque de Civilizações (Objetiva, 1997) – um clássico da história e geopolítica contemporâneas: Samuel P. Huntington escreve muito antes dos eventos que marcaram o início do século XXI, tais como o ataque às torres gêmeas em 2001 e a invasão do Iraque em 2003, da maneira quase profética. Das convulsões recentes da Primavera Árabe, passando pelo ressurgimento da China como potência econômica e pelos abalos da crise dos mercados ocidentais em 2008, o mundo parece guiar-se cada vez mais conforme sua descrição, tornando esta obra uma leitura praticamente obrigatória para sua compreensão.

Os Heróis da Revolução (Évora, 2012) – quem leu e curtiu a biografia de Steve Jobs e quer se aprofundar no tema, este livro é uma grande pedida: Steven Levy narra de forma detalhada e envolvente o ambiente em que surgiu a original cultura hacker nos 60s e 70s, das universidades às oficinas e garagens do vale onde se concentravam os trabalhadores da indústria aeroespacial americana e que mais tarde ficaria conhecido como o famoso Vale do Silício, berço da Apple e de inúmeras inovações que mudaram radicalmente a maneira como vivemos desde então [meu exemplar foi presente do amigo e paciente Eduardo].

Legião Perdida – Fugindo do Amanhã (Panini, 2013)não deixa de ser uma publicação histórica pois que me lembre a Legião dos Super Heróis, grupo de jovens superpoderosos de diversos planetas vivendo no século XXX e criados por Otto Binder e Al Plastino no final dos 50s, teve sua última publicação em título próprio aqui no Brasil nos longínquos 70s, ainda pela saudosa Ebal. Aqui estão reunidas as sete primeiras estórias pelo relançamento Os Novos 52 da DC ainda em 2011, contando com o bom roteiro de Fabian Nicieza, sucedido pelo veterano Tom DeFalco, e a ótima arte de Pete Woods. Para quem não conhece os personagens e curte uma aventura futurista, trata-se de um excelente ponto de partida para começar a lê-los: um grupo de sete legionários, dentre eles meus favoritos Pulsar e Vésper, encontram-se presos no passado à caça de um portador de um vírus mutante com potencial de erradicar a vida no planeta Terra.

Os Zeróis (Globo, 2012) – uma edição de alto nível reunindo os belíssimos cartuns que Ziraldo publicou ao longo dos 60s e 70s em revistas como Fatos & Fotos. Fã confesso dos heróis da Era de Ouro dos quadrinhos tais como o Fantasma, Superhomem, Tarzan e Mandrake, e tendo presenciando a explosão sessentista que fora o surgimento dos superheróis da Marvel, Ziraldo associa seu traço elegante ao humor sutil e demolidor capaz de fazer a crítica ao excessivo norte-americanismo dos personagens, abrasileirando-os e tornando-os mais humanos. Imperdível não só pela qualidade da arte bem como da edição que recupera e realça o esplendor da colorização original [meu exemplar foi presente da filha e do genro].

Ouro da Casa (Panini, 2012) – desta vez quem tem a chance de fazer releituras e homenagens à incrível obra do maior quadrinista brasileiro de todos os tempos são os próprios artistas (desenhistas, coloristas, roteiristas, animadores, designers, escultores e mesmo editores) que trabalham nos estúdios de Maurício de Sousa. Do Astronauta ao Horácio, da Tina ao Cebolinha, temos os prazer de ver os eternos personagens da nossa infância em abordagens novas, vibrantes e inusitadas tanto do ponto de vista artístico quanto narrativo, sem que se perca a essência afetiva e imagética com que foram criados. Recomendado para todos os leitores, em todas as idades.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Banner

Adicione nosso banner

Translate

Traducir - Übersetzen - Traduire - Tradurre - Přeložit - 翻訳する - μεταφράζω

Do quê você é fã?:

Insira seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 420 outros seguidores

Enquete:

Tweets + recentes:

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Para ler quadrinhos no PC:

Considero o CDisplay a melhor opção no Windows 2000-XP-Vista-7

Para ler quadrinhos no Android:

O Perfect Viewer é o meu preferido dentre as várias opções no Android

Para ler quadrinhos no Mac:

O Sequential 2 é uma boa opção - testado no MacOS 10.6

Para ler quadrinhos no iPad:

Aguardando apenas a doação de um iPad para testar o Comic Zeal

Para ler quadrinhos no Linux:

No link acima há instruções de instalação e packages para diversos distros

Para ler quadrinhos no Windows Phone:

Não testado mas bem recomendado na app store

%d blogueiros gostam disto: