Jetstortopia

Arquivo do Autor


A série Forza Motorsport criada em 2005 exclusivamente para os consoles Xbox, resposta da Microsoft à dominância de Gran Turismo da Sony na plataforma Playstation, apresentou desde sua origem uma mescla própria e única de jogabilidade arcade e simulação em oposição à jogabilidade mais rígida do rival – conquistando desde então corações e mentes dos fãs do tradicional gênero de jogos de corrida.

Doze anos já se passaram desde o primeiro Forza Motorsport (2005) para o Xbox original até o lançamento de Forza 7 (2017) para Xbox One –  cujos gráficos em 4K são plenamente apreciados apenas no recém lançado e superpoderoso Xbox One Xe a qualidade e diversão da série se mantém inalteradas, senão sempre aperfeiçoadas.

A adição da série spin-off Forza Horizon (2013) no Xbox 360 (retrocompatível no Xbox One) combinou uma pegada mais arcade à vastidão da exploração de um mundo aberto, agradando em cheio tanto jogadores hardcore como mais casuais – como atesta o sucesso da última entrada da nova franquia em 2016 com Forza Horizon 3, para Xbox One.

A coleção abaixo apresenta-se completa com todos os títulos originais e spin-offs já lançados nas duas séries e nos três consoles da plataforma Xbox até agora:

Anúncios

O youtubber 8-Bit Flashback divulgou recentemente em seu canal o protótipo de um mini Dreamcast totalmente funcional que poderá vir a ser comercializado em um futuro próximo –Sega Dreamcast Classic Edition PI 3, dedicado aos fãs incondicionais do último console da Sega:

Baseado no design 3D de Sparrows89 e medindo apenas 100mm x 100mm x 36mm, o dispositivo traz embutido um Raspberry PI 3 rodando emuladores dos vários consoles da Sega, além do próprio Dreamcast – ainda que não tenha atualmente uma extensa biblioteca compatível, alguns jogos como Sonic Adventure 2 são plenamente jogáveis.

Há também mini-réplicas não funcionais dos GDRoms, do controle e até mesmo do VMU – a inovadora unidade de memória criada para o console – que adicionam ainda mais valor ao incrível conjunto. 


Aqui vai a primeira parte de uma seleção dos melhores memes (*) relacionados ao universo nerd dos games, quadrinhos & tecnologia reunidos pelo grupo de amigos do G.D.H.Q. durante o ano de 2017.

*****

*****

[ (*) Não havendo marca d`água, considerar fonte desconhecida – nos casos em que ocorreram, a tradução e a adaptação foram do blog

Postagem sem intuito comercial – direitos autorais de símbolos, objetos e personagens são de seus respectivos criadores e/ou donos ]


Desta vez a demora foi maior mas finalmente o blog traz mais um Jetscan original: Homem de Ferro #09 da Editora Bloch de dezembro de 1975 trazendo estórias publicadas originalmente em Iron Man vol 01 #s 20-22 (dezembro de 1969 – fevereiro de 1970), dando continuidade ao projeto de digitalizar todos os quinze números desta série publicada nos 70sO número traz três estórias clássicas do Cabeça de Concha – dentre elas uma das primeiras tentativas de Tony Stark se livrar do fardo da armadura, com consequências trágicas – contando com o ótimo roteiro de Archie Goodwin e a excelente arte de um especialista do personagem na Era de Bronze, o grande George Tuska.

Como sempre, destaque acima para a paleta psicodélica de cores que, para o bem ou para o mal, era a marca registrada da Bloch na época.

*****

LINK DIRETO PARA DOWNLOAD


Matéria no Technobuffalo destaca o estudante de engenharia elétrica Tim Lindquist que levou a idéia de portabilidade de games a outro nível com seu NinTindo RP:

O aparelho inspirado no híbrido portátil/console de mesa da Nintendo possui um processador Broadcom BCM287 de arquitetura ARM rodando de Emulsatation via RetroPie com mais de 50 emuladores, tela de 7 polegadas, bateria recarregável de 10000mAh, duas entradas USB, uma saída HDMI, controles integrados nas laterais e 5 leds indicativos na parte superior.

 


Jet Set Radio – jogo inovador e original do querido Sega Dreamcast (2000, cuja versão americana chamava-se Jet Grind Radio), com versões e spin-offs para inúmeras plataformas tais como Xbox (2002), Game Boy Advance (2003), PS Vita, PlayStation 3, Xbox 360, Windows, Android & iPhone (2012) – tem o devido destaque em matéria no Kotaku como o único game que coloca a arte do grafite no centro de sua narrativa e jogabilidade.

Além da excelente trilha sonora, personagens carismáticos e ambientação numa Tóquio divertida e psicodélica, a arte dos grafites originais de Jet Set Radio merece ser relembrada e pode ser melhor apreciada abaixo:

*****


Segundo a PCGamer o hardmodder Banjo Kazzoie transformou um WiiU em um PC portátil rodando Windows 10 – utilizando para isso um Intel Compute stick com um processador Intel m5 com 4GB de RAM, um SSD de 64GB  e um display LCD sensível ao toque, além de possuir Bluetooth,  Wi-Fi e monitorar a bateria – o qual, além de fazer as funções próprias de um PC com Windows, ironicamente roda também em um emulador Cemu os jogos do próprio WiiU, como pode surpreendentemente ser constatado no vídeo abaixo:

 


Banner

Adicione nosso banner

Translate

Traducir - 번역 - Übersetzen - Traduire - Tradurre - 翻訳する - Přeložit - μεταφράζω - 翻译

Do quê você é fã?:

Game OSTs:

Insira seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 487 outros seguidores

Enquete:

Tweets + recentes:

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Para ler quadrinhos no PC:

Considero o CDisplay a melhor opção no Windows 2000-XP-Vista-7

Para ler quadrinhos no Android:

O Perfect Viewer é o meu preferido dentre as várias opções no Android

Para ler quadrinhos no Mac:

O Sequential 2 é uma boa opção - testado no MacOS 10.6

Para ler quadrinhos no iPad:

Aguardando apenas a doação de um iPad para testar o Comic Zeal

Para ler quadrinhos no Linux:

No link acima há instruções de instalação e packages para diversos distros

Para ler quadrinhos no Windows Phone:

Não testado mas bem recomendado na app store

%d blogueiros gostam disto: