Jetstortopia

Posts Tagged ‘Star Trek


st-klingon-ship-by-kevin-j-walter-01

Matéria no Kotaku revela que, após mais de oito anos de trabalho entre planejamento virtual e construção propriamente ditao artista alemão Kevin J. Walter concluiu a montagem de uma incrível réplica da ave de rapina Klingon de Star Trek IV – A Volta Para Casa no tamanho 71cm/42cm/86cm (largura/altura/comprimento) utilizando-se de nada menos do que 25000 peças de Lego – cujo resultado pode ser conferido abaixo:

st-klingon-ship-by-kevin-j-walter-04st-klingon-ship-by-kevin-j-walter-05st-klingon-ship-by-kevin-j-walter-06st-klingon-ship-by-kevin-j-walter-02st-klingon-ship-by-kevin-j-walter-03

Anúncios

SanDiego ComicCon 2016 - Spock logo

Matéria no Mashable chama atenção para a San Diego ComicCon deste ano, a qual irá homenagear o universo Star Trek – que completa 50 anos desde sua criação – e especialmente Leonard Nimoy (1931-2015), magistral intérprete de Spock – um dos mais icônicos personagens da cultura pop em todos os tempos.

SanDiego ComicCon 2016  poster  - arte por Ty Matteson

SanDiego ComicCon 2016 poster – arte por Ty Matteson

A arte do poster faz parte da exposição Os 50 anos de Star Trek das quais algumas peças podem ser vistas abaixo e que estará presente na convenção, para apreciação dos visitantes:

"Hand in Vulcan gesture" por Leonard Nimoy - Star Trek's 50th anniversary

“Hand in Vulcan gesture” por Leonard Nimoy – Star Trek’s 50th anniversary

"To Boldly Go" por Joshua Budich - Star Trek's 50th anniversary

“To Boldly Go” por Joshua Budich – Star Trek’s 50th anniversary

"Live Long and Prosper" por Rocco Malatesta - Star Trek's 50th anniversary

“Live Long and Prosper” por Rocco Malatesta – Star Trek’s 50th anniversary


Star Trek TOS main cast

Star Trek TOS – elenco principal do comando da Enterprise NCC1701: DeForest Kelley (1920-1999), William Shatner (1931-), Leonard Nimoy (1931-2015), James Doohan (1920-2005) [original por @SethMacFarlane]

Por conta do falecimento do grande ator Leonard Nimoy na última sexta-feira aos 83 anos, até mesmo os apresentadores do Jornal Nacional renderam uma singela homenagem ao gesto imortalizado por seu mais famoso personagem, o vulcano Spock de Jornada nas Estrelas, mostrando a enorme influência desse universo ficcional – outrora cultuado somente por nerds e fãs de sci-fi – no imaginário pop coletivo:
.
Jornal Nacional 150227
Uma das grandes contribuições da série originalmente concebida e produzida pelo lendário Gene Rodenberry (1921-1991) no anos 60 foi sua visão de um futuro como uma resposta aos problemas que a humanidade enfrentava e continua enfrentando – conflitos étnicos e ideológicos, racismo, avanços tecnológicos desafiadores e desigualdades sociais.
.
O futuro imaginado na série não era distópico e apocalíptico como em tantas outras ficções do gênero – depois de ter passado por um período negro de guerra nuclear e devastação, a humanidade do século XXIII teria atingido um avanço social, político e tecnológico capaz de gerar uma sociedade global sem guerras, fome ou desigualdades: uma humanidade em paz e capaz de singrar as estrelas atrás de maravilhas e perigos nunca antes imaginados ao contatar novas civilizações e diferentes culturas alienígenas numa clara metáfora aos desafios que continuam a nos espreitar em nosso próprio planeta.
.
Star Trek - The Original Series Wall Art
Um dos maiores símbolos desse futuro reside no personagem Spock – um meio humano, meio alienígena de uma civilização altamente mais avançada que a nossa, tanto social quanto tecnologicamente – o qual carrega em si mesmo tanto a grande promessa quanto os enormes conflitos que esse futuro propõe, bem como as respostas possíveis: disposição pacífica, lógica científica e uma herança espiritual refinada, elementos desenvolvidos pela civilização vulcana; além da coragem, engenhosidade e afetuosidade atribuídas na série aos humanos.
.
Portanto é notável descobrir que Nimoy, judeu norte-americano nascido de pais imigrantes ucranianos, buscou na tradição ortodoxa alguns elementos que seriam chave na composição de Spock e que dariam peso e relevância não só ao personagem como viriam a se transformar num dos gestos e bordões mais icônicos da cultura pop:
 Leonard Nimoy as Spock
Shin gestureO gesto foi introduzido e modificado na série por Nimoy, conforme revelado em sua autobiografia, a partir do que era utilizado por sacerdotes ortodoxos Kohanim na benção que acompanhava preces em algumas cerimônias – o qual representava a letra “Shin”, referente à “Shaddai (“O Todo Poderoso”, Deus). A própria frase “Vida Longa e Prósperabem como sua respostaPaz e Vida Longa” utilizadas como saudações vulcanas também foram introduzidas por Nimoy e inspiradas nas saudações judaicas “Shalom Aleichem (“A paz sobre você”) e a tradicional resposta “Aleichem Shalom (“Sobre você a paz”).
.
Portanto devemos à esse grande ator, através de seu personagem mais icônico, a releitura e disseminação de símbolos tão antigos quanto perenes – e tão fortemente capazes de se popularizarem e ao mesmo tempo apontarem e prometerem um futuro de paz e prosperidade para todos. Obrigado e descanse em paz, Leonard Nimoy.
.
Leonard Nimoy - live long and prosper

1a03a81a9561f5c8c56a9bb7054df4f4

Oito meses e aproximadamente 18 mil peças foram gastas pelo construtor extraordinário Chris Melby na criação desta réplica da nave Enterprise NCC-1701 – de Jornada na Estrelas, A Série Originalinteiramente feita com LEGOs, segundo matéria no Kotaku.

2b5e314cd1df116c92c22838f312d17c

Medindo em torno de 1,72m de comprimento por 0,73m de largura e montada em uma base de madeira de 0,80m, a LEGO Enterprise é tão grande quanto detalhada em sua execução – para trekker nenhum botar defeito! Visite o site do autor para mais detalhes e veja abaixo mais imagens desta incrível peça:

a174e52154023e2b325b8e18d01439c4

ef7ee92b4a769f5d19ae0fff45f8b418

e56cf91e77723163dfb86162fc3127b2

8766c73027182dd9a0e912510cc76a6e

5ac50b2bd5edb1ad567b32660bbd1dd2

6dcdf5796586f383b353db5444023dc9

35dbc184f134ecb1553515e5a2eb41c6

8d411ec6bb844d1a0adca44283c703bd

c9169794ba4957820ebf98c7ca16aea9

5820dd587ae71e2684e1ba4d2869ccfa


20131226_151503w

Consolações da Filosofia (LPM, 2012) Sócrates, Epicuro, Sêneca, Montaigne, Nietzsche e Schopenhauer nos são apresentados de maneira acessível na prosa elegante do filósofo Alain de Bottona impopularidade, a frustração, a falta de dinheiro, a inadequação, a adversidade e a decepção amorosa são problemas universais e atemporais – e a reflexão de algumas das maiores mentes que o mundo já conheceu podem nos ajudar a enfrentá-los

Sêneca – Aprendendo a Viver (LPM, 2009) – depois de sermos apresentandos à sua abordagem da frustração no livro anterior, nada melhor do que ler o original – de maneira clara e serena o filósofo romano nascido na Espanha nos indica o caminho da sabedoria e da virtude para uma vida verdadeiramente livre

Star Trek – Into Darkness (Pocket Books, 2013) – presente da minha filha, esta é uma indicação de trekker para trekker –  especialmente para aqueles que não se satisfazem só com o (ótimo) filme e fazem questão de ler a novelização – de preferência em inglês para depois botar banca na próxima convenção

1001 Videogames Para Jogar Antes de Morrer (Sextante, 2013) – presente da minha amiga Renata, o desafio é impossível porém divertido – por mais que se conheça games é uma delícia rever os mais queridos e descobrir com prazer o quanto existe de bons títulos para serem jogados

Monstros! (Quadrinhos na Cia, 2012) – deliciosa HQ de Gustavo Duarte que presta uma homenagem bem humorada e nostálgica ao gênero dos seriados japoneses de monstros (tokusatsu) que dessa vez resolvem deixar Tóquio em paz e atacar a minha querida Santos!

O Livro do Chá (Estação Liberdade, 2008) – presente do meu amigo Kenji e um dos livros mais tocantes que já tive oportunidade de ler, este clássico de Kokuzo Okakura resgata com lirismo e paixão a essência da estética e da ética ancestrais japonesas

Sega Arcade Classics   -Vol 1 (Hardcore Gaming 101, 2012)os maiores e mais queridos arcades da Sega em detalhes que vão dos gabinetes à jogabilidade e aos diversos ports já lançados de cada um, numa obra fartamente ilustrada feito com carinho de fã para quem acha que a época áurea da companhia japonesa do porco espinho azul foi simplesmente a melhor que já houve


Heroglyphics - Avengers

Segundo matéria do Geekosystem o designer gráfico Josh Lane acaba de criar uma nova categoria de arte ao unir superheróis, personagens de Super Sentai e do universo Star Trek – dentre outros diversos personagens populares da animação e HQs –  à estética artística peculiar do antigo Egito, criando os heróiglifos. Segundo o próprio artista:

 “Sempre tive afinidade pela arte do antigo Egito e por hieróglifos, os quais desenvolveram uma maneira elegante de comunicar estórias usando símbolos e imagens minimalistas – o mesmo que tento fazer hoje em dia como designer gráfico e ilustrador.

Quis fazer um tributo ao estilo adicionando um componente moderno das coisas que gosto, do meu lado geek –  e logo me criando uma série com a qual as pessoas pudessem se relacionar imediatamente e apreciar dois diferentes níveis: a cultura pop e a história da arte.”

*****

Veja abaixo mais alguns exemplos desta incrível série de ilustrações:

Heroglyphics - Star TrekStar Trek

*****

Heroglyphics - Power RangersPower Rangers

*****

Heroglyphics - Spider-ManHomem-Aranha

*****

Heroglyphics - X-MenX-Men

Mais Heroglyphics no Designboom

Mais arte de Josh Lane em Josh Ln

.


Frank Cho é um artista norte-americano de origem coreana dono de um belíssimo traço tão limpo quanto elegante e inconfundível, o qual serve tão bem ao quadrinho de humor quanto ao de ação, com destaque especial para suas personagens femininas sempre belas, fortes  e generosas nas formas.

Sendo um artista regular na Marvel para quem produziu, dentre outros trabalhos, material para Shanna the She-Devil (2005, publicado por aqui em Marvel Max #s 25-30, 2005) e New Ultimates (2010, série publicada em Ultimate Marvel #s 09-13, 2011), é um capista recorrente da editora e atualmente desenha para a maxi-série Avengers vs X-Men (2012, ainda inédita no Brasil).

Porém sua principal obra é a HQ autoral Liberty Meadows, onde a linda personagem Brandy é uma psiquiatra que gerencia junto com o atrapalhado e apaixonado veterinário Frank uma reserva animal cheia de bichos muito doidos, como o sapo hipocondríaco Leslie, o porco mulherengo Dean e Ralph, um urso anão ranzinza, todos representados abaixo no pôster-paródia homenageando Star Trek (com arte-final de Brandon Peterson),  traduzido e editado pelo blog.

(OBS: O primeiro volume de Liberty Meadows foi publicado no Brasil pela HQM Editora em 2007, se achar algum exemplar não hesite em pegar…)


Banner

Adicione nosso banner

Translate

Traducir - 번역 - Übersetzen - Traduire - Tradurre - 翻訳する - Přeložit - μεταφράζω - 翻译

Do quê você é fã?:

Game OSTs:

Insira seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 487 outros seguidores

Enquete:

Tweets + recentes:

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Para ler quadrinhos no PC:

Considero o CDisplay a melhor opção no Windows 2000-XP-Vista-7

Para ler quadrinhos no Android:

O Perfect Viewer é o meu preferido dentre as várias opções no Android

Para ler quadrinhos no Mac:

O Sequential 2 é uma boa opção - testado no MacOS 10.6

Para ler quadrinhos no iPad:

Aguardando apenas a doação de um iPad para testar o Comic Zeal

Para ler quadrinhos no Linux:

No link acima há instruções de instalação e packages para diversos distros

Para ler quadrinhos no Windows Phone:

Não testado mas bem recomendado na app store

%d blogueiros gostam disto: