Jetstortopia

Top 5: Iron Man Games

Posted on: 04/05/2013


UMA POSTAGEM ESPECIAL  COMEMORATIVA

Homem de Ferro 50 anos logo 5 w

Seguindo com as matérias comemorativas dos 50 anos da criação do personagem Homem de Ferro (por Stan LeeJack KirbyDon Heck & Larry Lieber na revista Tales of Suspense #39 da editora Marvel, de março de 1963) e em sincronia ao lançamento de Iron Man 3 nos cinemas damos destaque agora aos 5 melhores, ou melhor, aos 5 únicos games protagonizados exclusivamente pelo personagem. E isso porque o filme trouxe consigo um recém-lançado jogo oficial.

Senão teríamos sido obrigados e incluir um browser game ou um obscuro game para iOS para completar a lista, os quais, convenhamos, mal podem ser considerados num Top 5 decente qualquer. Ou então a citar um dos bons jogos em que foi um dos personagens jogáveis (tais como, dentre outros: Captain America & The Avengers, Marvel Super Heroes in War of Gems, Marvel Super Heroes, Marvel vc Capcom 1 & 2, Marvel Ultimate Alliance 1 & 2 ou o mais recente Marvel Heroes), mas não o protagonista principal.

Isso porque não estamos falando aqui de um Batman ou de um Homem-Aranha, amplamente conhecidos pelo público há décadas e donos de uma extensa galeria de games desde os tempos do Atari ou do Megadrive, mas sim de um personagem que só a partir de 2008 com sua primeira encarnação cinematográfica passou a ser reconhecido por uma audiência mais ampla. Ainda assim foi popular o suficiente para ter dois games solo (bem, tecnicamente, apenas um desses dois foi solo de fato) antes de sua maciça e mais recente popularização. Vamos cronologicamente à eles, então!

*****

Iron Man/X-O Manowar in Heavy Metal (1996)

Um dos motivos para ter equipado meu AMD 586 133Mhz / 16 GbRAM / HD 1.7Gb / Windows 95 com um kit multimidia Creative Labs (modem 36600bps, Sound Blaster AWE32, CDROM 8x e caixas de som!) no longínguo ano de 1996 foi o lançamento deste título, comprado online nos primórdios da internet comercial na finada CDROMShop.

O jogo é uma lástima e nem era exclusivo do Homem de Ferro, já que um acordo da Marvel com a então emergente editora Valiant colocou-o junto ao obscuro (relativamente ao latinha) personagem de armadura da mesma, X-O ManowarMas toda essa tecnologia à época (CDROM, internet, modem) era muito nova e excitante e determinou meu carinho pelo jogo, que consiste num shoot’em’up de scroll lateral divertido ainda que repetitivo e bem difícil pela má resposta dos comandos.

Produzido pela Realtime para a Acclaim, foi lançado também para PS1, Saturn, Game GearGame Boy (as versões dos portáteis bastante diferentes das dos consoles, e este último ainda por cima em p&b), além da versão DOS que podem ser baixadas clicando nos respectivos links.

*****

The Invincible Iron Man (2002)

Tecnicamente o único jogo exclusivo do Homem de Ferro antes da fama recente, é considerado pela crítica o melhor de todos os seus títulos já lançados o que surpreende ainda mais por parecer um despretensioso game de um portátil, à primeira vista.

No entanto o estúdio Torus Games fez um excelente trabalho, publicado pela Activision, criando um game de plataforma e scroll lateral bem old school considerando o estilo e o ano de lançamento. Com alto grau de dificuldade, poucos savepoints ao longo das fases e apenas três vidas o game obriga o jogador a administrar sua energia e a memorizar os obstáculos e as hordas de inimigos impiedosos se quiser progredir até o fim.

Exclusivo do Game Boy Advance, seu cartucho pode ser jogado também no Nintendo DS e no Gamecube, neste último caso com a ajuda do acessório Game Boy Player, e baixado aqui para ser emulado.

*****

Iron Man (2008)

Cercado de grande expectativa devido à alta qualidade do filme homônimo, o game do Homem de Ferro foi distribuído pela Sega e desenvolvido pela Secret Level (Sega Studios San Francisco) nas versões para PS3 e Xbox 360 (também teve versões não tão incrementadas para PS2, PSP, PC e Nintendo DS desenvolvidas pela A2M), e todas foram consideradas um grande fiasco tanto por parte da crítica como, em menor escala, por parte dos gamers.

Em geral a jogabilidade é o ponto mais criticado devido a atribuição complexa das funções de comando, especialmente aquelas ligadas ao vôo (que não possui um piloto automático, obrigando ao jogador controlar permanentemente a estabilidade no ar sob pena de perder altitude a inadvertidamente cair), associado a uma certa monotonia nas missões e a gráficos abaixo do esperado que comprometeram a fama do jogo. 

Mas apesar disso tudo trata-se de um game bastante divertido para quem curte uma ação desenfreada e sem compromissos com constantes e frenéticos tiroteios em ataques ar-terra e ar-ar, além do prazer de ver as armaduras Mark I a III pela primeira vez em ação, valendo até mesmo uma nota 10 (!) minha no site Metacritic à época (vide comentário do usuário Jetstor).

*****

Iron Man 2 (2010)

Com versões para Xbox 360, Ps3, Wii, PSP, Nintendo DS e PC e produzido pelo mesmo estúdio do game anterior, a sequência é também um jogo de ação distribuído pela Sega lançado simultaneamente ao segundo filme do personagem que prometia corrigir os erros apontados no seu sucessor, mas segundo crítica e público acabou entregando pouco além do que mais do mesmo.

Justiça seja feita, o sistema de controle de vôo do personagem foi muito melhor implementado deixando a jogabilidade bem mais fluída ainda que repetitiva, e é possível escolher com qual armadura jogar á medida que se progride nas fases, Iron Man ou War Machine, além do que há um sistema de upgrade de força, defesa e armamentos que adiciona uma camada de RPG à estrutura do jogo.

Porém texturas de má qualidade, estória fraca e menus confusos não tornam o jogo muito mais do que um grande exercício em torno de explodir instalações, tanques e inimigos blindados muito semelhantes entre si. Pura diversão descerebrada, ainda que diversão, todavia.

****

Iron Man 3 (2013)

O grande atrativo do jogo produzido pela Gameloft para iOS e Android são as armaduras. Dezoito delas no total, magnificamente modeladas e detalhadamente distintas umas das outras, é um prazer imenso e hipnotizante girá-las lentamente para apreciar todos os detalhes. O problema é chegar até elas. Não que o game seja ruim, pelo contrário, é bem divertido e viciante, com sua jogabilidade vôo infinito + shooter adaptada ao touchscreen, com boa resposta ao toque.

A questão é que este é provavelmente o jogo freemium mais monetizado jamais lançado. Sua armadura foi danificada com pouco minutos de jogo (o que ocorre com mais frequência do que desejado)? Gaste alguns (ou muitos)  pontos de jogo para continuar jogando, ou para consertá-la (o que pode levar de segundos a horas caso não queira gastar), ou para destravar uma nova armadura, ou para criá-la. Até mesmo para estocá-la é necessário gastar. Os pontos são ganhos ao se cumprirem as tarefas que o jogo propõe, mas em um ritmo tão desalentadoramente lento que é quase obrigatório a compra de créditos com dinheiro para se acelerar o processo.

Apenas para destravar (e nem estou falando em criar, estocar, fazer upgrade ou consertar) todas as armaduras são módicos noventa e nove reales. Quer fazer na unha? Te vejo de novo daqui dois anos. Fora isso o jogo é extremamente divertido, viciante e como já disse: se fosse só pela coleção de armaduras já estaria valendo a pena…

*****

Superior Tech!

1 Response to "Top 5: Iron Man Games"

[…] | Top 5: Iron Man Games | Jetstortopia 04/05/2013 às […]

Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Banner

Adicione nosso banner

Translate

Traducir - Übersetzen - Traduire - Tradurre - Přeložit - 翻訳する - μεταφράζω

Do quê você é fã?:

Insira seu endereço de email para assinar este blog e receber notificações de novos artigos por email

Junte-se a 422 outros seguidores

Enquete:

Tweets + recentes:

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Para ler quadrinhos no PC:

Considero o CDisplay a melhor opção no Windows 2000-XP-Vista-7

Para ler quadrinhos no Android:

O Perfect Viewer é o meu preferido dentre as várias opções no Android

Para ler quadrinhos no Mac:

O Sequential 2 é uma boa opção - testado no MacOS 10.6

Para ler quadrinhos no iPad:

Aguardando apenas a doação de um iPad para testar o Comic Zeal

Para ler quadrinhos no Linux:

No link acima há instruções de instalação e packages para diversos distros

Para ler quadrinhos no Windows Phone:

Não testado mas bem recomendado na app store

%d blogueiros gostam disto: